PROJETO REDD+
RESEX JACUNDÁ

Comunidades tradicionais vivem
da floresta e a protegem.

Projeto REDD+
RESEX Jacundá

Reserva Rio Preto- Jacundá é uma Unidade de Conservação criada na década de 90 para populações de origem seringalista, localizada na região de Machadinho d’Oeste e Cujubim (RO).

O Projeto REDD+ tem como foco o investimento na melhoria da qualidade de vida das comunidades e o monitoramento da cobertura florestal e da biodiversidade, visando reduzir impactos sociais e ambientais da região.

A RESEX é localizada em uma região de grande pressão para a exploração predatória de recursos naturais e sofrendo de grande carência de serviços públicos básicos, neste contexto, os moradores encontraram na comercialização de serviços ambientais uma solução para o desenvolvimento social e a conservação do seu território.

Proponentes:

Biofílica, ASMOREX

Localização:

Machadinho d’Oeste e Cujubim (RO)

Data de início:

1 de outubro de 2012

área de Abrangência do projeto

Área de abrangência

0
hectares dentro da área de atividades de conservação
Flora protegida pelo projeto

Flora protegida

0
espécies, das quais 54 estão ameaçadas de extinção
Fauna protegida pelo projeto

Fauna protegida

0
espécies, das quais 133 estão ameaçadas de extinção
redução de emissões de CO2

Redução de emissões

0
tCO2eq de emissões reduzidas por ano
Desmatamento evitado

Desmatamento evitado

0
hectares de desmatamento evitado em 30 anos

Famílias
impactadas

0
famílias, em 5 comunidades e 3 colocações isoladas

SELO OURO PARA BIODIVERSIDADE (CCBS)

SELO OURO PARA COMUNIDADE (CCBS)

Localização
e importância do projeto

O Projeto REDD+ RESEX Jacundá está localizado em uma unidade de conservação estadual, do tipo reserva extrativista (RESEX), situada no nordeste do estado de Rondônia, entre os municípios de Machadinho D’Oeste e Cujubim. 

A criação da RESEX em 1996, pelo Decreto Estadual 7.336, foi apoiada em um histórico de luta pelos direitos dos comunitários. Nesse contexto, os objetivos principais do projeto para as comunidades é a elevação do empoderamento local e a melhoria da qualidade de vida, em diversos aspectos, de uma população que busca a recompensa por ser, como se auto intitulam, “guardiões da floresta”.

mapa-redd-jacunda

Certificados

O Projeto REDD+ RESEX JACUNDÁ é validado e verificado pelos principais padrões internacionais de certificação de projetos florestais:

Biodiversidade

área de Projeto REDD+ RESEX Jacundá tem um papel muito importante na conservação da biodiversidade, por estar no “Centro de Endemismo Rondônia”, considerado como uma das mais importantes áreas de endemismos de aves na América do Sul. Além disso, a Área do Projeto tem ocorrência de espécies globalmente ameaçadas de extinção de acordo com a Lista Vermelha de Espécies em Perigo da IUCN que são protegidas graças à preservação da área. 

Comunidade

As atividades realizadas pelo projeto têm como principal objetivo fortalecer a cultura extrativista e do associativismo diminuindo o êxodo populacional. Por isso, em todas as atividades do projeto são abertas e estimuladas para a participação de todos os moradores da RESEX, principalmente mulheres e jovens

Desmatamento

Complementar ao monitoramento do desmatamento realizado remotamente com o uso de imagens de satélite com alta resolução, o projeto o desenvolvimento de  práticas sustentáveis, como extrativismo e manejo florestal sustentável, reduzindo a ocorrência de atividades ilegais por parte dos comunitários e, fortalecendo e protegendo a governança da unidade de conservação. 

Co-Benefícios

O Projeto REDD+ RESEX JACUNDÁ contribui para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas

O projeto auxilia no combate à fome pela implantação de sistemas sustentáveis de produção de alimentos, recuperação de áreas anteriormente degradadas por meio da implantação de Sistemas Agroflorestais e diversificação da produção agrícola com a implantação de viveiros de mudas.

O projeto já beneficiou 644 comunitários, sendo 223 mulheres, através da intensificação dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, bem como no oferecimento de treinamento voltado ao viés de produção, organização social, cooperativismo, liderança e gestão financeira, desenvolvendo habilidades técnicas e profissionais.

Todas as atividades do projeto são abertas e estimuladas à participação de todos os moradores das comunidades atuantes, especialmente mulheres, jovens e a população marginalizada.

Através de ações que incentivam a exploração responsável de recursos naturais, a agricultura de baixo carbono e a recuperação de áreas degradadas, o projeto promove a conservação de recursos naturais aliado ao desenvolvimento socioeconômico.

Todas as atividades desenvolvidas pelo projeto buscam atuar no combate às mudanças climáticas e seus impactos através da redução do desmatamento na área do projeto. Com isso, O projeto tem o potencial de reduzir 3.450.278,3 tCO2e de emissões de GEE em 30 anos, protegendo 65.980 hectares de floresta nativa.

Além de promover a conservação da biodiversidade, garantindo a manutenção dos serviços ecossistêmicos, o projeto protege Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) e serve de corredor ecológico para áreas preservadas da região, protegendo 133 espécies de fauna e 24 espécies de flora ameaçadas, as quais abrangem uma parcela de espécies endêmicas.

FALE COM NOSSO TIME COMERCIAL

PREENCHA OS DADOS ABAIXO

Downloads

Registro e Documentação

RESEX Rio Preto-Jacundá VCS ID 1503

Monitoring Report

2011

2012 e 2013

PD

Plano de Gestão

CCB

Validation
Verification Reports

CCB

VCS – BF – 2011

VCS – BF

VCS – 2012 e 2013

Publicações sobre o Projeto

Somos uma empresa brasileira focada na conservação de florestas nativas a partir da comercialização de serviços ambientais.

Minha Conta