CONSULTA PÚBLICA

PROJETO REDD+
RESEX JUTAITUBA

Comunidades tradicionais vivem da floresta e a protegem.

Projeto
REDD+ Jutaituba

O Projeto REDD+ Jutaituba é uma parceria entra Biofílica Ambipar Environment e Martins Agropecuária.

Localizado nos municípios de Portel, Baião, Bagre e Oeiras do Pará, no estado do  Pará, região que sofre grande pressão de desmatamento e de considerável histórico de degradação, as ações do Projeto REDD+ buscam o fortalecimento da vigilância patrimonial e o monitoramento por imagens de satélite, fundamental para conter o desmatamento na área de interesse.

Proponentes:

• Biofílica Ambipar Environment
• Martins Agropecuária S.A

Localização:

Portel, Baião, Bagre e
Oeiras do Pará (Para – PA)

Data de início:

14 de Janeiro de 2021

área de Abrangência do projeto

Área de abrangência

0
hectares
Flora protegida pelo projeto

Flora protegida

0
espécies, das quais 10 estão ameaçadas de extinção
Fauna protegida pelo projeto

Fauna protegida

0
espécies, das quais 32 estão ameaçadas de extinção
Desmatamento evitado

Desmatamento evitado

0
hectares de desmatamento evitado em 10 anos

SELO OURO PARA BIODIVERSIDADE (CCBS)

SELO OURO PARA CLIMA (CCBS)

Localização e importância do projeto

O Projeto está localizado nos municípios de Portel, Baião, Bagre e Oeiras do Pará, no estado do  Pará, o seu principal objetivo é promover o desenvolvimento de atividades destinadas a mitigar as mudanças climática, reduzindo emissões de GEE causados pelo desmatamento e pela degradação florestal, além de promover o bem-estar social e a conservação da biodiversidade local.

Através de atividades relacionadas à temática de educação ambiental e o fomento a práticas sustentáveis permite a disseminação do conhecimento sobre a importância da conservação das florestas e o desenvolvimento econômico sustentável, respeitando as tradições e a cultura local.

Além disso, é incentivada a realização das práticas de manejo florestal de baixo impacto certificado pelo selo FSC dentro da área do projeto, juntando o uso consciente dos recursos florestais e a conservação de espécies vulneráveis como a castanheira (Bertholletia excelsa), a qual possui grande importância econômica para as comunidades locais.

Certificados

 O REDD+ Jutaituba está em processo de validado e verificação pelos principais padrões internacionais de certificação de projetos florestais:

Biodiversidade

A importância biológica da região é reconhecida por órgãos e instituições internacionais e nacionais. A Área do Projeto possui sobreposição com Áreas Prioritárias para Conservação definidas pelo Ministério do Meio Ambiente. A definição dessas áreas prioritárias é feita pelo cruzamento de informações espaciais sobre a ocorrência de espécies e ecossistemas e dos custos e oportunidades para a conservação (MMA, 20221). Cada uma das áreas definidas apresenta um grau de prioridade, podendo ser alta, muita alta ou extremamente alta. A sobreposição desse produto com a Área do Projeto identificou que seus limites estão inseridos em áreas com prioridade alta e extremamente alta para conservação. Ainda, a Área do Projeto tem ocorrência de espécies globalmente ameaçadas de extinção, sendo muitas delas endêmicas, principalmente em relação a avifauna, já que o projeto também está localizado em uma Área Importante para Aves (IBA, Important Bird Area), definido pela organização BirdLife International.  

Pensando nesse contexto, as atividades propostas pelo projeto como o monitoramento da biodiversidade in loco e o manejo florestal de baixo impacto, buscam a conservação da biodiversidade local, ganhos econômicos e o desenvolvimento sustentável.

Comunidade

As atividades ligadas ao escopo social têm como objetivo trazer impactos positivos para todos os atores envolvidos através da geração de empregos e renda pela promoção do manejo florestal não madeireiro, outras práticas sustentáveis e a capacitação através de cursos e treinamento abrangendo o tema educação ambiental.

Desmatamento

Além do monitoramento do desmatamento realizado remotamente com o uso de imagens de satélite de alta resolução, o projeto apoia a realização de ações de vigilância patrimonial frequentes na propriedade, além de estimular a boa relação com as partes interessadas, com o objetivo de estabelecer uma gestão ampla e transparente do território, procurando evitar ao máximo a ocorrência de invasões, disputas fundiárias, práticas ilegais, e tensões sociais.

Co-Benefícios

Como o Projeto REDD+ Jutaituba contribui para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas

O projeto alia as demandas socioeconômicas das comunidades às oportunidades locais voltadas às atividades econômicas mais resilientes, por meio do “Fomento a práticas sustentáveis”. Para isso, o projeto viabiliza ações de educação ambiental e capacitações comunitárias, em associação com diferentes parceiros e extensionistas, a fim de promover o conhecimento a respeito da importância da conciliação das boas práticas produtivas com a preservação e manutenção dos recursos naturais. Além do fomento de percepções sobre a relevância e vantagens de sistemas sustentáveis de produção, o projeto também atua em ações de conscientização de famílias extrativistas quanto a valia da exploração sustentável dos recursos florestais não madeireiros para a sua sobrevivência, geração de renda, bem-estar e, consequentemente, manutenção da floresta em pé.

O projeto viabiliza e incentiva o acesso à educação por meio da realização de cursos técnicos e capacitações voltados para as áreas ambiental e socioeconômica, em especial sobre práticas de produção agropecuária resiliente, extrativismo sustentável de produtos florestais não-madeireiros, educação ambiental sobre caça, pesca e preservação de espécies ameaçadas de extinção. Além disso, proporciona  treinamentos específicos e de inteligência voltados para os trabalhadores da Fazenda Jutaituba, principalmente àqueles que pertencem a equipe de vigilância, conhecimentos e diretrizes sobre providências adequadas a serem tomadas em casos de atividades ilegais na área. Para isso, conta com o apoio e a colaboração de parceiros especializados, a fim de garantir a efetividade e o engajamento das partes interessadas. Essas atividades de capacitação promovidas pelo projeto possibilitam o fortalecimento da governança local, a consolidação do sentimento de pertencimento, o acesso à informação, melhores condições de emprego e a diversificação de renda; principalmente para extrativistas e pequenos produtores rurais, acarretando, consequentemente, na manutenção da floresta e dos seus recursos.

O projeto conta o “Fomento de práticas sustentáveis” com ações voltadas para a identificação de atividades potenciais relacionadas à agricultura resiliente de subsistência, pecuária sustentável e extrativismo e manejo florestal de baixo impacto; de acordo com a demanda e perfil das comunidades locais. Nesse sentido, o projeto atua na disseminação do conhecimento, instruções e experiências focados no uso eficiente dos recursos naturais e na preservação ambiental; focando nas cadeias de negócios sustentáveis por meio da maior integração entre as partes interessadas, gerando, assim; renda, bem-estar e identidade cultural para as comunidades fomentadas. Com isso, além da formalização do acesso à Fazenda Jutaituba; o aprendizado, engajamento e pré-disposição dessas famílias em atividades de melhoria de práticas produtivas e extrativistas, aumentam a governança do projeto e auxiliam na manutenção da cobertura florestal e na preservação dos seus aspectos ecológicos.

 De maneira geral, todas as atividades desenvolvidas pelo projeto visam tomar ações para combater as mudanças climáticas e seus impactos e, consequente, redução da degradação ambiental na área do projeto. Nesse sentido, além do engajamento das partes interessadas e do fortalecimento da governança, o projeto também promove o monitoramento do desmatamento via satélite e em campo. A vigilância patrimonial dentro da Fazenda Jutaituba, munidos das informações geoespaciais, são mais eficazes e assertivos nas ações de prevenção e combate às atividades ilegais. Para que isso ocorra, o projeto atua no aprimoramento do registro e divulgação dos locais pressionados e desmatados na área do projeto, bem como investe em capacitação dos trabalhadores para tomada de decisão adequada em casos de identificação de atividades irregulares. Como resultado, reduzir a emissão de gases de efeito estufa, colaborando diretamente com a meta brasileira de redução de emissões, o projeto tem o potencial de reduzir XX tCO2e de emissão de GEE em 10 anos.

Considerando a relevância da Fazenda Jutaituba para a biodiversidade; o projeto foca esforços no monitoramento a longo prazo de indicadores ecológicos associados as práticas provenientes das atividades de conservação do REDD+ sobre as populações e ecossistemas, dentro e fora dos limites da propriedade. Dessa forma, o projeto visa minimizar a perda de habitat, as alterações da paisagem, a sobre-exploração de espécies e as mudanças climáticas. Para isso, busca engajar, envolver e sensibilizar todas as partes interessadas a respeito da importância da biodiversidade da fauna e flora na provisão de serviços ecossistêmicos, da manutenção da conectividade da paisagem, do controle da degradação ambiental e da limitação do uso excessivo de recursos naturais. As palestras de educação ambiental sobre caça e pesca; treinamentos sobre meios de vida sustentável e workshops e atividades sobre os aspectos ecológicos locais são destinados, principalmente, aos trabalhadores da Fazenda e comunitários do entorno, incluindo extrativistas e ribeirinhos; que circulam pela propriedade e utilizam dos recursos das florestas. Esse envolvimento participativo, acesso ao conhecimento e resultados, e conhecimento de boas práticas de produção; promovem o fortalecimento da governança local e a inibição de ações irregulares; garantindo impactos positivos a biodiversidade na área do projeto.

FALE COM NOSSO TIME COMERCIAL

PREENCHA OS DADOS ABAIXO

Downloads

Registro e Documentação

Registro e Documentação

Jutaituba VCS ID 1503

Publicações sobre o Projeto

Somos uma empresa brasileira focada na conservação de florestas nativas a partir da comercialização de serviços ambientais.

Minha Conta