PROJETO
REDD+ JARI AMAPÁ

Desenvolver uma agricultura familiar
em simbiose com a floresta

Projeto REDD+ Jari Amapá

O Projeto REDD+ Jari Amapá tem como objetivo a geração de créditos de carbono a partir do mecanismo REDD+ para a promoção da conservação florestal a fim de gerar benefícios ao clima, biodiversidade e comunidades da região de Laranjal do Jari e Vitória do Jari no Amapá, na Amazônia brasileira. O Projeto REDD+ Jari Amapá é uma parceria da Biofílica Investimentos Ambientais e o Grupo Jari (Jari Celulose e a Fundação Jari).

Baseadas em um modelo de desenvolvimento econômico que valoriza a floresta, as atividades do projeto são viáveis porque combinam o manejo florestal de baixo impacto com a comercialização dos créditos de carbono.

Proponentes:

Biofílica, Fundação Jari e Jari Celulose

Localização:

Laranjal do Jari e Vitória do Jari (AP)

Data de início:

14 de fevereiro de 2011

área de Abrangência do projeto

Área
do projeto

0
hectares
Flora protegida pelo projeto

Flora
protegida

0
espécies, das quais 24 estão ameaçadas de extinção
Fauna protegida pelo projeto

Fauna
protegida

0
espécies, das quais 133 estão ameaçadas de extinção
redução de emissões de CO2

Redução de emissões

0
tCO2eq de
emissões reduzidas
por ano
Desmatamento evitado

Desmatamento evitado

0
hectares de desmatamento evitado
em 30 anos

Famílias
impactadas

0
famílias em
8 comunidades impactadas

SELO OURO PARA BIODIVERSIDADE (CCBS)

Localização
e importância do projeto

O Projeto está localizado no Vale do Jari, nos municípios de Laranjal do Jari e Vitória do Jari, ao sul do estado do Amapá, na margem esquerda do rio Jari, na divisa do estado do Pará.

O seu entorno é caracterizado pela presença de várias Unidades de Conservação (UCs), servindo como um corredor ecológico para as áreas preservadas na região. Essa conectividade entre os fragmentos constitui um grande e resiliente sistema de conservação, realizando melhorias significativas na qualidade de vida das populações locais e funcionando como uma zona de amortecimento dos riscos e ameaças para o mosaico de áreas protegidas no Vale do Jari.

Certificados

O Projeto REDD+ Jari Amapá é validado e verificado pelos principais padrões internacionais de certificação de projetos florestais:

Biodiversidade

A Zona de Projeto REDD+ Jari Amapá tem um papel muito importante na conservação da biodiversidade, além de ser a integradora da Área Endêmica do Escudo das Guianas, a Área do Projeto tem ocorrência de espécies globalmente ameaçadas de extinção de acordo com a Lista Vermelha de Espécies em Perigo da IUCN que são protegidas graças à preservação da área.

 

Comunidade

Através de treinamento técnico e capacitação em produção rural, técnicas agrícolas e florestais de acordo com interesse familiar, o projeto espera tornar os produtores capazes de implementar técnicas agrícolas e florestais adequadas, viabilizando constante produção e geração de receita, produzindo alimentos e gerando renda sem necessidade de abertura de novas áreas, perpetuando os benefícios a si mesmos, ao clima e à biodiversidade.

Desmatamento

Complementar ao monitoramento do desmatamento realizado remotamento com o uso de imagens de satélite, são realizadas ações de patrulhamento regulares por vias fluviais e terrestres na Zona do Projeto, com o objetivo de garantir a proteção da propriedade, prevenindo e identificando ações envolvendo desmatamento, exploração ilegal de madeira e produtos florestais, entre outras atividades ilegais.

Co-Benefícios

O Projeto REDD+ Jari Amapá contribui para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas

O projeto auxilia no combate à fome pela implantação de sistemas sustentáveis de produção de alimentos, recuperação de áreas anteriormente degradadas por meio da implantação de Sistemas Agroflorestais e diversificação da produção agrícola com a implantação de viveiros de mudas.

O projeto já beneficiou 644 comunitários, sendo 223 mulheres, através da intensificação dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, bem como no oferecimento de treinamento voltado ao viés de produção, organização social, cooperativismo, liderança e gestão financeira, desenvolvendo habilidades técnicas e profissionais.

Todas as atividades do projeto são abertas e estimuladas à participação de todos os moradores das comunidades atuantes, especialmente mulheres, jovens e a população marginalizada.

Através de ações que incentivam a exploração responsável de recursos naturais, a agricultura de baixo carbono e a recuperação de áreas degradadas, o projeto promove a conservação de recursos naturais aliado ao desenvolvimento socioeconômico.

Todas as atividades desenvolvidas pelo projeto buscam atuar no combate às mudanças climáticas e seus impactos através da redução do desmatamento na área do projeto. Com isso, O projeto tem o potencial de reduzir 3.450.278,3 tCO2e de emissões de GEE em 30 anos, protegendo 65.980 hectares de floresta nativa.

Além de promover a conservação da biodiversidade, garantindo a manutenção dos serviços ecossistêmicos, o projeto protege Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) e serve de corredor ecológico para áreas preservadas da região, protegendo 133 espécies de fauna e 24 espécies de flora ameaçadas, as quais abrangem uma parcela de espécies endêmicas.

FALE COM NOSSO TIME COMERCIAL

PREENCHA OS DADOS ABAIXO

    COMO CONHECEU A BIOFÍLICA?:
    GoogleFacebookLinkedinIndicaçãoRecebi um e-mail


    QUERO NEUTRALIZAR AS EMISSÕES DA MINHA EMPRESA
    SimNão


    Downloads

    Registro e Documentação

    Jari Amapá VCS ID 1115

    Monitoring Report

    2011

    2012 e 2013

    PD

    Plano de Gestão

    CCB

    Validation
    Verification Reports

    CCB

    VCS – BF – 2011

    VCS – BF

    VCS – 2012 e 2013

    Publicações sobre o Projeto

    Somos uma empresa brasileira focada na conservação de florestas nativas a partir da comercialização de serviços ambientais.

    Minha Conta